[Resenha] Manhã de Núpcias


Manhã de Núpcias
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
272 páginas

*Não há spoilers do livro anterior*resenha sem spoilers*

“– Você vai perder essa batalha, Cat. E, mesmo assim, ficará muito feliz com a derrota.”

Se tem um aspecto que estou amando nessa autora é a sua capacidade de construir personagens autênticos, espirituosos, interessantes e divertidos. Kleypas desenvolve em sua narrativa tanto a história de suas protagonistas como de suas personagens secundárias, todos possuem sua própria essência e se destacam em algum momento da trama.


Está sendo maravilhoso avançar cada volume sem abandonar personagens que foram protagonistas dos anteriores, eles permanecem ali, e a presença deles torna a história ainda mais agradável, acolhedora e verdadeira. No entanto, com Catherine e Leo a situação foi um pouco diferente e inversa. A autora preparou o campo para o leitor. Durante a leitura dos primeiros volumes, esses dois personagens, até então secundários, me chamavam atenção e me faziam sorrir com suas discussões e alfinetas. Catherine Marks é a governanta da família Hathaway e foi convocada para ensinar e educar Poppy e Beatrix, com intuito de transformar as jovens em verdadeiras damas. Leo Hathaway, herdou o título de lorde Ramsay e é o chefe da família, apesar de, no início, não ter assumido esse posto de uma forma adequada. Cat e Leo não se bicam, suas conversas sempre apresentam farpas e estão sempre discordando ou implicando um com outro. Mas isso não faz com que seus diálogos sejam chatos ou entediantes, pelo contrário, são momentos divertidos carregados de um humor delicioso que dá brilho a cena. Fui me encantando cada vez mais por Cat e Leo e ansiando pelo volume que retrataria esse romance tão improvável e ao mesmo tempo inegável.

“– Ah, eis a governanta falando. Toda rígida e reprovadora. E isso faz com que eu me sinta um colegial travesso. – Ele ergueu uma das mãos para acariciar a ponta do queixo dela.” 


“– A senhorita tem muitos segredos. Tem sido um incômodo para mim há mais de um ano, com sua língua afiada e seu passado misterioso. Agora quero algumas respostas."

E o que Lisa Kleypas fez? O desfecho do livro anterior tem uma tremenda conexão com o livro Manhã de Núpcias, é impossível não querer pegar esse livro e começar a leitura imediatamente. São poucos autores de romance de época que fazem isso, mesmo sendo uma sequência a maioria acaba fechando cada história em torno do casal principal.

“– Se não sair do meu quarto neste instante – ela se ouviu dizer –, farei um escândalo.
– Nada no mundo me agradaria mais do que vê-la fazendo um escândalo. Na verdade, eu a ajudarei. Como podemos começar?” 


“Win me disse que ninguém se torna uma pessoa melhor só porque está no topo de uma montanha, mas sim durante a escalada para chegar lá.” 

“– Você parece achar que tem escolha – disse Cam. – Mas não tem. O amor escolhe você. A sombra se move sob o comando do sol.” 

“– Leo – disse Amelia, desconfiada –, o que está planejando fazer com ela?
– Por que você sempre insiste em fazer perguntas quando sabe que não gostará das respostas?
– Porque como uma verdadeira otimista – disse ela com sarcasmo –, sempre espero estar errada.”



“Acredito que o destino é quem somos e o que fazemos de nossas oportunidades.” 

“– Seu rosto merece adornos. E eu dificilmente poria uma moldura comum numa obra-prima, não é?”

“– Você tem um temperamento diabólico, é cega como uma toupeira, é uma péssima poetisa e, francamente, seu sotaque francês poderia ser melhorado. [...] Mas quando eu junto essas coisas com o restante de você, isso a faz parecer a mulher mais perfeitamente imperfeita que já conheci.” 

O que me leva a uma observação que já havia feito aqui no blog e que é apenas uma opinião, mas que sempre aconselho porque acho o mais ideal. Para mim, as séries de época precisam ser lidas em sequência, sei que cada volume retrata a história de um personagem diferente, mas você terá spoiler de mistérios revelados, do que aconteceu com algum casal, quem foi vilão e que virou mocinho e etc.  Tá! Mas romance de época não é clichê? Pode até possuir suas similaridades, porém não são histórias que giram em torno apenas do relacionamento do casal. Há uma história por trás também, construção de personagens, mistérios, segredos... muitos autores também gostam de retratar e ressaltar a história da época, a cultura do lugar e o modo de vida da sociedade, (eu particularmente sou mais fã desses autores, porque não consigo ler uma história sem um pano de fundo, sem uma boa construção de personagens e do universo que é ambientado a trama). Mas...é apenas um conselho- risos. Tem muita gente que não liga de saber o que aconteceu com outro personagem antes da sua devida história, mas se você for como eu que não gosta de levar spoiler, seria mais aconselhável ler na ordem. <3

“[...] ela o desafiava, o tratava de igual para igual como nenhuma outra mulher jamais fizera. Ele a desejava além da razão.” 

“E que problema aquele desejo louco e impróprio por ela poderia acarretar! Catherine estava se tornando real para ele, dimensional, vulnerável de modos que Leo nunca havia imaginado.” 


“Ele olhou para ela com uma mistura de divertimento cauteloso e excitação crescente. Não podia mais negar que considerava as conversas com Catherine a melhor coisa do mundo. Ou que o melhor de tudo era simplesmente estar perto dela. Criatura fascinante, teimosa, birrenta... bem diferente de seus amores passados.”

Essa resenha está um pouco diferente das anteriores, pois é bem difícil para mim ter que falar de Cat e Leo sem revelar situações importantes que acontecem em suas vidas. São dois personagens que possuem toda uma história e trajetória, há muitos segredos, um passado obscuro... portanto, o que eu mais quero é que vocês tenham o mesmo gostinho que tive a virar cada página desse livro.

“De agora em diante, em vez de presumirmos o pior um do outro, tentaremos presumir o melhor. Combinado?”


“– Eu tentei ser gentil com você, uma ou duas vezes. Não deu certo.
– Tentou? Eu nunca notei. – A pele de Catherine, já rosada do banho, adquiriu um tom mais escuro. – Eu era desconfiada. Receosa. E você... era tudo que eu temia.”

Acredito que esse seja o volume mais sensual e picante de toda a série, afinal a química do casal é extremamente forte, mas como mencionei acima a história não gira apenas ao redor disso. Na verdade, me surpreendi bastante com o desenrolar da trama, e fiquei muito surpresa com o passado e os mistérios que envolvem Cat. Manhã de Núpcias foi um dos melhores livros da série (acho que ele perde apenas para o anterior, na verdade ainda estou na dúvida se eles estão empatados ou não hahaha porque favoritei ambos) e acredito que seja a melhor história que li até agora entre uma governanta e um chefe de família. É uma leitura fluida, divertida, sensual e recheada de mistérios. Os Hathaways continuam sendo barulhentos e sensacionais. Super recomendo!


Eloise G. F

#DESAFIOHISTORICOSEEU3: Ler um romance de época que seja uma sequência.

5 comentários

  1. Oii Eloise.
    Primeiro, sua resenha foi um tiro de tão sensacional que estou feliz de ter levado kkk
    Segundo, espero ler essa série logo. E saiba que concordo com você: Romances de época são para ser lidos na ordem sim especialmente pela forma que as histórias se unem.
    Amei de mais seu post.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    Acredita que ainda não li nada da autora, apesar de amar romances de época?
    Fiquei super empolgada com sua resenha, um estilo que com certeza vou amar. E concordo, acho que tem que ser lido na sequência e eu sempre faço dessa forma.
    Fiquei curiosa pela série e pelo mistério envolvido nesse.
    Adorei!

    bj

    ResponderExcluir
  3. Ei! Tudo bem?

    Estou lendo um livro da Lisa e estou amando! Concordo com você sobre os personagens únicos e a forma que ela leva a história, ela é maravilhosa, uma das melhores autoras do gênero. Amei sua resenha, está incrível e me deu vontade de conhecer essa série e, sim, vou ler na ordem :)

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Primeiro amei as fotos , segundo , que resenha linda. É tão bom né quando o livro possui personagens interessantes e divertidos, torna a trama mais leve e prazerosa, já vou anotar sua dica para conhecer mais dos personagens, bjus e bom domingo.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem ?

    Lisa Kleypas arrasa, estou louca para ler esse livro e com toda certeza é uma ótima dica de leitura. Amo o gênero, o enredo está atrativo e pelo seu ponto de vista a obra está linda. Gostei do trechinho destacas, uma resenha muito gratificante e que nos faz querer comprar a obra.

    ResponderExcluir

Topo